Escritório especializado em solucionar os problemas do cirurgião dentista

O número de pacientes que procuram a via judicial para questionar tratamentos odontológicos está crescendo cada vez mais no país. Esses pacientes buscam essa via para serem ressarcidos de danos que julgam ter sofrido em consequência da atuação profissional do dentista. Um dos maiores alvos desses processos é o cirurgião dentista.

Alguns pacientes, procuram a justiça apenas para tirar proveito de uma determinada situação.

Uma das precauções que o profissional deve tomar é documentar todas as fases do tratamento através de fotografias. É importante também realizar o registro do paciente antes do início do tratamento, para evitar danos posteriores. Assim, o dentista poderá se resguardar contra pacientes espertalhões.

Esse fenomeno levou o escritorio a ampliar sua estrutura, com a criacao de uma area especifica para tratar desse problema.

Bruno Finzi diz que 705 dos problemas juridicos dos profissionais de odontologia, possam evitados se o criurgiao seguir aas orientacoes do escritorio.

Uma dica seria documentar todas as imagens do paciente, criando um histórico de todos os procedimentos realizados pelo dentista. Todas as imagens são armazenadas no prontuário do paciente, o que permite uma localização mais rápida desses dados. Além, é claro, de resguardar o profissional com relação aos seus atendimentos.

O dentista deve se preocupar também em realizar apenas os atendimentos que sua especialização profissional e a estrutura de seu consultório permitem, pois ele deve priorizar a excelência em seus atendimentos. Outra questão que deve ser levada em consideração são os materiais utilizados durante os procedimentos. O dentista deve optar por instrumentais de qualidade, mesmo que estes tenham um preço elevado.

Utilizar materiais de má qualidade resultará em um tratamento de má qualidade também.

Seguindo algumas dicas simples fica fácil evitar problemas.

Pensando nisso, o Escritorio Finzi & Morilhas disponibiliza acessoria na area civel, trabalhista, tributaria e administrativa

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>